quinta-feira, 23 de maio de 2013

Merck suspende testes clínicos de remédio contra Parkinson

NOVA YORK, 24 Mai 2013 (AFP) - O grupo farmacêutico americano Merck anunciou nesta quinta-feira o fim dos testes clínicos com o Preladenant, um remédio com potencial para tratar o Mal de Parkinson, diante de resultados abaixo do esperado.

Merck destaca que um 'estudo de dados provenientes de três testes diferentes de fase 3', o último passo antes da comercialização, 'não proporcionou evidência da efetividade do Preladenant em relação ao placebo'.

'Com base nestes resultados, Merck decidiu encerrar os estudos', diz o laboratório, acrescentando que a medida 'não foi motivada por problemas de segurança' em relação à droga.

'Estamos comprometidos com a pesquisa neurológica e realizaremos uma análise mais detalhada dos dados' dos testes abortados 'para informar à comunidade científica', disse David Michelson, um dos principais membros do projeto.

O Mal de Parkinson é muito complexo, o que torna difícil o tratamento dos pacientes e o desenvolvimento de enfoques terapêuticos. Fonte: Globo G1.

2 comentários:

  1. Vera Lucia Costa Peres25 de maio de 2013 06:48

    Como portadora, e por ter passado por várias experiências com uso de medicamentos, quero cumprimentar a Merck por reconhecer imperfeições, a ineficácia e suspender os testes. Laboratório e pacientes ganham com isso. Peço licença para compartilhar essa notícia.

    ResponderExcluir
  2. Vera, não sei se concordo ou discordo de ti. Por um lado é fato estarmos de "saco cheio" de remédios sintomáticos. O que queremos realmente é a cura, embora não se faça omeletes sem quebrar os ovos. Desculpe a correlações! Brincadeira!
    [ ]'s

    ResponderExcluir

Observamos que muitos comentários são postados e não exibidos. Certifique-se que seu comentário foi postado com a alteração da expressão "Nenhum comentário" no rodapé. Antes de reenviar faça um refresh. Se ainda não postado (alterado o n.o), use o quadro MENSAGENS da coluna da direita. Grato.